Minha Sacola
Sacola Vazia
21/06/2024

Os principais impactos da mudança hormonal na saúde da mulher 40+.

Saiba como driblar esses impactos através do estilo de vida.

Texto por: Caroll Martins

A chegada dos 40 anos para a mulher representa uma fase diferente. O corpo está mais próximo da menopausa e as alterações hormonais podem provocar uma série de mudanças. Essa fase que antecede a menopausa chama-se perimenopausa e muitas mulheres já observam mudanças estéticas, psicológicas, vasomotoras e cognitivas. A redução do colágeno da pele e da massa muscular são visíveis e o aumento da gordura abdominal normalmente é o que mais incomoda. São efeitos naturais do processo de envelhecimento.

Nessa fase dos 40 aos 50 anos aproximadamente o que acontece é uma redução na produção dos hormônios femininos tornando os ciclos irregulares até a sucessão da menstruação quando ocorre a menopausa. Estima-se que a mulher brasileira atinja a menopausa entre 48-50 anos. Outros hormônios também são afetados como testosterona e hormônios tireoideanos e toda essa bagunça hormonal traz alguns efeitos. Os mais comuns são: alterações no sono, oscilações de humor, secura vaginal, cansaço, névoa mental, fogachos e aumento da gordura abdominal. Cada mulher passa pela menopausa de forma diferente, mas para mulheres com estilo de vida não saudável as mudanças advindas da perimenopausa e menopausa podem ser muito desafiadoras.

O que talvez muitas mulheres não sabem é que é possível driblar esses efeitos através do estilo de vida. Um dos maiores desafios da mulher 40+ é a massa magra que compreende massa muscular e óssea. Para evitar a osteopenia e a sarcopenia é imprescindível fazer exercícios resistidos como a musculação e ter um consumo adequado de proteína. A recomendação de proteína é de 1.6 a 2.0g por kg/peso por dia. A maior parte dessa proteína deve ser de alto valor biológico para garantir todos os aminoácidos essenciais e entre os suplementos o whey protein auxilia bastante nessa meta diária. Para mulheres que não podem consumir derivados do leite tem a possibilidade de ingerir proteína de colágeno. Um ponto fundamental para a massa óssea é manter níveis adequados de vitamina D, vitamina K2 e cálcio, dentre outros minerais que algumas vezes são difíceis de se obter somente através da alimentação, sendo necessária a suplementação. Para massa muscular ainda é bastante indicado a creatina em doses usuais de 3 a 5g/ dia.

Além disso, incluir alimentos antioxidantes protege as células contra danos oxidativos. Pesquisas mostram que a suplementação com Coenzima Q10 e resveratrol além dos efeitos antioxidantes atua também como protetor cardiovascular importante fator de risco para mulher na menopausa.

Por isso é fundamental cuidar-se o quanto antes para que os efeitos sejam minimizados. A fase da perimenopausa em que a mulher inicia por volta dos 40 anos é uma fase preparatória para os desafios da menopausa. Não normalize não se sentir-se bem e tenha cuidados específicos para mulher 40+.

Saiba mais acessando nosso vídeo no Youtube